Posso pedir um disco?

“Um programa de discos pedidos podia conter mensagens, como Nunes Forte exemplificaria sobre Rádio Ribatejo, em que os pedidos eram feitos por carta: “ao domingo, havia a grande emissão dos discos pedidos em que aconteciam muitas coisas importantes. Eu, por exemplo, recordo-me de uma colega, a Amélia da Piedade [ver imagem], fazia programas ao domingo. Eu, como ia lá [a Santarém], ajudava a fazer. Era uma edição muito longa de discos pedidos. Muito bem organizados, muito bem selecionados. O capitão [Jaime Varela Santos] tinha o cuidado de evitar que os discos se repetissem muito e depois escrevia umas mensagens. Nós só tínhamos que ler as mensagens. Tinha o programa todo escrito por ele, passava noites inteiras a escrever esse programa. […] a empatia com os ouvintes era muito grande. Há uma altura em que eu e ela somos convidados para ser padrinhos de dois jovens que mandavam mensagens para os discos pedidos, namoravam quase através dos discos pedidos e portanto faziam questão que nós estivéssemos no casamento. Mas o casamento era na mesma hora em que nós estávamos na emissão”.

Compilação Rogério Santos.

Nunes Forte e Amélia Piedade na foto em preparação de mais uma emissão.

(foto DR)

One thought on “Estamos de regresso aos bons velhos tempos”

  1. Bate uma saudade enorme quando o nome do Rádio Ribatejo é mencionado…Grande estação de Rádio que lamentavelmente se calou…Foi uma grande escola até mesmo depois de ter sido nacionalizada.Quanto ao programa de Discos Pedidos a que o Nunes Forte se Refere era a tarde de que em casa sossegadamente ouvia o seu pedido e eu que participei tantas vezes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *